Porque é que o meu gatinho está a chorar e como posso ajudá-lo?

Publicado por Christine O'Brien .
minutos de tempo de leitura

Tornou-se tutor de um gatinho? Parabéns! Agora que o seu gatinho está a instalar-se na sua nova casa, poderá ouvi-lo a fazer ruídos semelhantes ao chorar. O choramingar de um gatinho é, certamente, um som triste. Continue a ler e descubra porque é que os gatinhos choram e o que pode fazer para ajudar.

Porque é que os gatinhos choram?

Tal como um bebé humano, o seu gatinho comunica consigo através de vocalizações. Ao chorar, o gatinho está a tentar dizer-lhe que precisa de algo (o quanto antes). O seu gato manterá este comportamento ao longo de toda a sua vida, pois trata-se de uma forma eficaz de conseguir a sua atenção.

Pequeno gatinho, num cesto, faz um pequeno miau.

Geralmente, um gatinho saudável chora por uma (ou mais) das seguintes razões:

  • Alimentos

  • Aconchego

  • Afeto

  • Brincar

  • Conforto emocional

Um gatinho aborrecido é um gatinho (potencialmente) atrevido, por isso mantenha-o ocupado! Brincar com o seu gatinho todos os dias e proporcionar-lhe tudo isto irá mantê-lo mentalmente e fisicamente satisfeito.

Como acalmar o choramingar de um gatinho?

Conhecer as necessidades nutricionais e de desenvolvimento do seu gatinho durante os seus primeiros meses irá ajudá-lo a identificar a razão pela qual o seu gato está a chorar. Descubra as razões mais comuns pelas quais os gatinhos choram em determinada etapa de vida e como pode ajudar a acalmar o seu gatinho.

De recém-nascido às 8 semanas

Os gatinhos recém-nascidos são surdos e cegos. Durante as primeiras semanas de vida, é normal ouvir os gatinhos a chorar ou a miar para comunicarem às suas mães que estão aflitos ou com apetite, refere a Cats Protection. Os gatinhos costumam ficar com as mães até às 8 semanas de vida, para que possam amamentar e permanecer aconchegados. Geralmente, o processo de desmame começa por volta das 4 semanas e dura 2-4 semanas. Durante o desmame, o gatinho pode chorar porque tem fome e porque a sua mãe não está por perto para o alimentar. Se tiver um gatinho com menos de 8 semanas e a mãe não estiver presente para ajudar, terá de intervir.

Como ajudar: Se precisar de alimentar o seu gatinho com o biberão, a PDSA aconselha que o faça apenas com substitutos de leite especialmente concebidos para gatinhos. Outros leites, como o leite de vaca, não terão o mesmo equilíbrio de nutrientes e podem, na realidade, ser prejudiciais para o seu gatinho. Quando não estão a comer, os gatinhos até às 4 semanas devem permanecer numa transportadora ou noutro local seguro com muitas mantas ou toalhas para se manterem quentes. Uma almofada de aquecimento especificamente para gatinhos é outra alternativa.

Das 8 semanas aos 6 meses

Os dentes de um gatinho irrompem por volta das 3 semanas e começam a ser substituídos pelos seus dentes definitivos por volta dos 3 meses. O rompimento dos dentes pode causar algum desconforto, refere a PDSA, mas a maioria dos gatos não parece sofrer muito com isso. A maioria dos gatinhos alivia o seu desconforto mastigando coisas, embora também possam chorar mais do que o normal. Se o choramingar for acompanhado de gengivas vermelhas e inchadas com secreções, ou se o seu gatinho tocar muito com as patas na boca, contacte imediatamente o seu veterinário - o seu gatinho pode precisar de tratamento.

Como ajudar: Dê ao seu gatinho brinquedos de roer seguros próprios para gatos. Pode usar uma toalha fria e húmida para limpar suavemente as gengivas do seu gatinho. Isto terá a vantagem acrescida de habituar o seu gato a que lhe mexam na boca, o que facilitará a escovagem dos dentes mais tarde. Proporcione uma experiência agradável, pois não quer que o seu gatinho associe qualquer dor ou desconforto à colocação dos seus dedos na sua boca.

O seu gatinho reconhecê-lo-á rapidamente como o fornecedor de alimentos e poderá começar a chorar à hora das refeições, sempre que abrir o armário onde guarda o seu alimento ou mesmo ao entrar na zona onde está o alimento. Algumas pessoas adoram conversar e ter longas conversas com os seus gatos, enquanto outras pessoas preferem gatinhos mais calmos.

Como ajudar: Se gostar de um gato conversador, não precisa de fazer muito. No entanto, se preferir redirecionar as vocalizações do seu gatinho, pode aproveitar a sua rápida aprendizagem e ensiná-lo a vir quando abana a embalagem do alimento ou a entrar alegremente na sua transportadora.

Dos 6 meses à idade adulta

À medida que o seu gato adolescente se aproxima da idade adulta, o seu corpo e o seu cérebro continuam a crescer e a desenvolver-se. Quando o seu gato está prestes a atingir o seu tamanho adulto, é importante repensar na sua caixa de areia. Se reparar no seu gatinho a chorar antes, durante ou após a utilização da caixa de areia, tal pode ser resultado de dor ao urinar ou defecar.  

Como ajudar: Se o seu gato ou gatinho estiver a mostrar sinais de dificuldade na caixa de areia, o primeiro passo é levá-lo ao veterinário para que seja examinado. No entanto, a criação de um local seguro, limpo e confortável para fazer as suas necessidades é recomendada para todos os gatos, mesmo aqueles que não têm quaisquer problemas. Certifique-se de que a caixa de areia é suficientemente grande e do agrado do seu gato. A caixa de areia deve ter cerca de 1,5x o comprimento do seu gato e uma entrada e uma saída acessíveis. Recolha as fezes diariamente e mantenha a área limpa e arrumada.

Quando contactar o veterinário?

Se o choramingar do seu gatinho não parar ou se observar outros sinais, tais como diarreia, vómitos, letargia, diminuição do apetite ou grooming em excesso, fale com o seu veterinário ou leve-o a um veterinário com urgência.

À medida que se torna um jovem adulto e atrevido, o miar e o choramingar do seu gatinho irão sofrer alterações. Mantenha essas linhas de comunicação abertas, escutando, respondendo e mostrando-lhe muito amor.

Biografia da autora

Christine O'Brien

Christine O'Brien

Christine Brovelli-O'Brien, doutora, é escritora, investigadora, educadora STEAM, membro profissional da Cat Writers' Association (CWA) e dedicada tutora de animais de estimação. Pode segui-la no seu Instagram ou Twitter @brovelliobrien

Artigos relacionados

Produtos relacionados