As uvas e as passas são prejudiciais para os cães?

Publicado por Dra. Laci Schaible
minutos de tempo de leitura

Encontre alimentos que atendam às necessidades do seu animal de estimação

Encontre alimentos que atendam às necessidades do seu animal de estimação

Encontre alimentos que atendam às necessidades do seu animal de estimação

Como tutor de um animal de companhia, já deve ter ouvido que não deve dar uvas ao seu melhor amigo. E é verdade! Embora as uvas sejam uma guloseima saudável e deliciosa para humanos, a sua versão desidratada, as passas, são completamente nocivas para cachorros. Mas porque é que as uvas fazem mal aos cães? Descubra como é que as uvas podem ser prejudiciais para os animais de companhia da sua família.

As uvas e as passas são prejudiciais para os cães?

De acordo com o Experto Animal, a principal lesão interna em cães causada pelas uvas ocorre nos rins. Aliás, cães que consumiram uvas ou passas podem correr o risco de desenvolvimento de insuficiência renal, num período de 48 a 72 horas, após o consumo deste fruto.

Jovem mulher a segurar num Husky vermelho siberiano

Acredita-se que quanto mais escura é a uva, maior a probabilidade desta ser tóxica. Devido ao seu baixo teor de água e restantes ingredientes concentrados, as passas apresentam um risco consideravelmente maior para os cães. Ainda não foi determinada uma fórmula exata de quantas uvas por quilo de peso corporal são letais para os cães, mas cerca de quatro a cinco uvas foram suficientes para causar a morte de um cão de 8,16 kg (18 lb), de acordo com o Soy un perro.

O meu cão comeu uvas: Que sinais clínicos devo estar atento?

Os cães mais afetados desenvolvem os primeiros sinais de toxicidade entre 6 a 12 horas. Sinais clínicos que podem surgir depois de um cão consumir uvas incluem:

  • Vómitos
  • Diarreia
  • Nervosismo mais pronunciando na fase inicial
  • Letargia com o passar do tempo
  • Anorexia
  • Dor abdominal
  • Fraqueza
  • Desidratação
  • Aumento da micção na fase inicial
  • Tremores
  • Ausência de micção, à medida que os rins deixam de funcionar

Todos os cães são suscetíveis à toxicidade da uva e da passa - quer sejam machos ou fêmeas, esterilizados ou não, Chihuahua ou Dogue Alemão, cachorros os cães adultos. O consumo de apenas algumas passas pode ser fatal, dependendo do tamanho do seu cão e de outros fatores, muitos dos quais não são compreendidos. Cães com problemas renais estão mais suscetíveis à toxicidade das uvas e das passas.

Quando devo procurar ajuda veterinária?

A ingestão de uvas ou passas em cães é uma emergência que justifica uma intervenção veterinária imediata. Se a ingestão da uva tiver ocorrido na última hora, o seu veterinário irá provavelmente tentar induzir o vómito para remover as uvas do seu organismo. Se a remoção das uvas através do vómito não for bem sucedida ou se tiverem passado várias horas desde que as uvas foram ingeridas, o seu veterinário irá provavelmente recomendar a hospitalização para receber fluidos intravenosos e um controlo minucioso dos valores renais. Na maioria dos casos, vão recomendar que fique hospitalizado durante todo o período de risco mais elevado (aproximadamente 48-72 horas).

Boiadeiro de Berna sentado a olhar para um homem ao seu lado a apanhar uvas numa vinha.

O diagnóstico envolve frequentemente antecedentes ou provas de ingestão, o que é suficiente para provar a toxicidade da uva ou da passa. Sinais clínicos consistentes são pistas valiosas para o seu veterinário medir o nível de danos causados. É importante ter em mente que o diagnóstico pode demorar e não existem exames específicos que confirmem o envenenamento por uva ou passa. Análises básicas ao sangue e os exames à urina são essenciais para revelar funções renais anormais.

Prognóstico após toxicose por uva/passa: O que esperar?

Após o seu cão regressar a casa, são recomendados exames periódicos para monitorizar a função renal do seu cão. Estes exames não são invasivos e normalmente consistem em exames ao sangue e/ou à urina. A monitorização pode ser necessária durante várias semanas, uma vez que pode demorar até que a função renal volte ao normal.

Cães que não apresentam sinais clínicos podem ter um bom prognóstico se forem tratados cedo. No entanto, o prognóstico pode ser incerto se houver um atraso no tratamento ou se houver a possibilidade de insuficiência renal. Frequentemente, pode demorar vários dias ou semanas para que a função renal volte ao normal; no entanto, em alguns casos, a função renal pode nunca recuperar. Felizmente, muitos cães podem ter vidas felizes e saudáveis mesmo com a diminuição da função renal, com uma alteração da alimentação e suplementos adicionados à sua rotina diária. Se o seu veterinário diagnosticar uma diminuição da função renal no seu cão, não deixe de lhe perguntar sobre potenciais alimentos terapêuticos para cães que beneficiam o funcionamento renal.

Biografia da autora

Dra. Laci Schaible

Dra. Laci Schaible

Dra. Laci Schaible, é veterinária de animais pequenos e escritora de artigos veterinários. Ganhou inúmeros prémios pelo seu empenho na educação dos tutores de animais de companhia e é considerada uma das principais especialistas em telemedicina veterinária.

 

Revisto pelo Dr. Hein Meyer, DVM, PhD, Dipl-ECVIM-CA

Artigos relacionados

  • Alimentos de natal que deve evitar dar ao seu cão

    O Natal é um momento para compartilhar com o seu melhor amigo, porém é fundamental saber com o que é que podemos recompensá-lo. Existe muitos alimentos que podem fazer mal ao seu cão e como sabemos que não o quer ver a vomitar durante a noite de natal (ou outro momento) vamos mostrar quais os alimentos que deve evitar compartilhar com ele. Porém, isto não significa que a diversão tenha terminado! Pode sempre ler algumas receitas caseiras para premiar o seu melhor amigo.
  • Água

    A água é o nutriente mais importante e essencial à vida.
  • Em que momento o meu cachorro se torna num cão adulto?

    O seu cachorro está a tornar-se adulto? Pode ser difícil de saber.
  • As necessidades nutricionais de um cão, desde cachorro a cão sénior

    Quando adotou o seu primeiro cão, dedicou tempo a pesquisar e a falar com o veterinário sobre as suas necessidades nutricionais antes de escolher a sua alimentação.

Produtos relacionados