Dicas para viajar de carro com o seu cão

Publicado por
minutos de leitura

Seja uma viagem longa ou um passeio curto, viajar de carro com um cão pode ser muito divertido. No entanto, viajar de carro com cães pode implicar também alguns riscos. Leia algumas dicas sobre como transportar o seu cão em segurança e como minimizar os riscos inerentes às viagens com animais.

As jaulas são a melhor opção

Small dog maltese sitting safe in the car on the back seat in a safety crateQuando viaja de carro com cães, a American Society for the Prevention of Cruelty to Animals recomenda a colocação dos cães de todos os tamanhos em transportadoras ou jaulas de viagem, para segurança do cão e para prevenir distrações durante a condução. Se possível, as jaulas devem ser prendidas ao assento traseiro do automóvel ou no porta bagagem de um SUV, carrinha ou monovolume, e amarradas de forma a impedir que a jaula escorregue e deslize em caso de travagem brusca. A jaula deve ter o tamanho adequado, permitindo que o seu cão fique de pé, se vire, se sente e se deite confortavelmente, mas não demasiado grande para que o animal não seja projetado durante a condução.Também deve providenciar ventilação suficiente. Pode tornar a jaula mais confortável para o seu cão, revestindo o piso com mantas, ou até mesmo forrando os lados da jaula com espuma, para salvaguardar a proteção contra lesões. Apenas garanta que o seu cão não tenta morder ou roer o material que utilizar para o revestimento.

Quando a jaula não é uma opção

Se uma jaula estiver fora de questão, procure um arnês que prenda diretamente na fivela do cinto de segurança e coloque o seu cão no banco traseiro. Uma outra opção disponível no mercado para transportar um cão em segurança é um equipamento com uma barreira de rede ou metal que se coloca nos monovolumes e SUV para manter o seu companheiro confinado ao banco traseiro.  Embora estas opções seja ótimas para impedir que o seu cão distraia o condutor ou que se esconda debaixo dos assentos enquanto tenta conduzir, não foram concebidas para os proteger contra lesões em caso de acidente. Embora possa parecer que estas opções oferecem uma maior liberdade ao seu amigo e tornam as viagens mais agradáveis para ele, para a segurança do seu cão será sempre melhor optar por uma jaula ou transportadora.

Quando não há banco traseiro

O banco traseiro dos automóveis é, geralmente, o local mais seguro para o seu cão, devido às potenciais lesões provocadas pelos airbags frontais. Mas, por vezes, não há um banco traseiro ou mala. Nesse caso, será melhor prender o seu cão numa jaula ou transportadora no banco do passageiro e desativar os airbags frontais. Se o seu cão for demasiado grande para se sentar no banco dianteiro, use um arnês para o prender. Em caso algum o cão poderá viajar na parte traseira de uma carrinha de caixa aberta.

Dog lies next to a woman leaning on a car.

Numa viagem mais longa, poderá ser tentador conduzir o maior número de quilómetros à velocidade mais rápida possível (dentro dos limites definidos, claro), mas não se esqueça do passageiro de quatro patas. Planeie parar a cada duas horas de viagem para deixar o seu cão esticar as patas e urinar. Também será boa ideia levar água fresca e oferecer-lha durante a pausa. Se o seu cão não for suscetível a enjoos, também poderá oferecer-lhe um pouco de comida.

Viajar com conforto

Lembre-se que estas orientações para viajar de carro com cães visam a segurança do seu cão, assim como a sua e a de todos os passageiros do veículo. Por isso, todos os cães, de todos os tamanhos, devem ser presos de forma segura. O seu pequeno amigo pode ficar satisfeito em enrolar-se no seu colo durante a viagem, mas da mesma maneira que não é seguro viajar com uma criança ao colo, também não é seguro fazê-lo com animais. Prender o seu cão numa jaula ou dispositivo de retenção durante a sua viagem, independentemente da raça ou tamanho, fará com que cheguem ao destino em total segurança.

 

Jean Marie Bauhaus

Jean Marie Bauhaus

Jean Marie Bauhaus is a pet parent and pet blogger from Tulsa, Oklahoma, where she usually writes under the supervision of a lapful of furbabies.

 

ARTIGOS RELACIONADOS