Tudo o que sempre quis saber sobre as fezes de um cão

Publicado por
minutos de leitura

Fezes de um cão: poderá não ser o assunto mais agradável, mas fezes saudáveis são, muitas vezes, indicativo de um cão saudável. Observar as características das fezes do seu cão é uma excelente forma de detetar eventuais problemas de saúde que este possa estar a enfrentar. Vamos ver o que diferencia umas fezes de cão saudável de umas fezes anormais, que possa constituir um sinal de problemas de saúde subjacentes.

Qual o aspeto de umas fezes saudáveis?

As fezes de um cão podem ser caracterizadas por quatro "Cs": cor, conteúdo, consistência e cobertura (revestimento). A cor está relacionada com a alimentação do seu animal: os tons podem variar do castanho dourado até ao castanho escuro, consoante os ingredientes do alimento do seu cão. Quanto ao conteúdo das fezes, será melhor deixar o seu veterinário fazer o trabalho "sujo". A maior parte das pessoas não consegue detetar nada nas fezes sem um microscópio. As fezes de um cão saudável devem também apresentar uma consistência relativamente firme, semelhante a plasticina. Idealmente, deverá ter a forma de uma salsicha com pequenas fendas, desfazendo-se em pedaços mais pequenos quando mexer. Finalmente, umas fezes saudáveis não deverão ter qualquer tipo de cobertura. Assim, se o seu cachorro tiver umas fezes com um tom castanho chocolate, com alguma firmeza, sem revestimento e sem protuberâncias notórias, estão ótimas. No entanto, continue a ler para conhecer os sinais que poderão indicar um problema de saúde.

Quando é que as fezes do seu animal de companhia deverão deixá-lo em alerta?Owner cleaning up after the dog with plastic bag

Mais uma vez, os quatro Cs das fezes dos animais de companhia ajudam-no a determinar se o seu cão poderá estar doente. Pode não ser agradável, mas observar as fezes do seu cão enquanto estão frescas é a forma mais fácil de detetar irregularidades.

Preocupações com o conteúdo

  • Parasitas: Podem ser longos e estreitos ou parecer pequenos bagos de arroz. Mais uma vez, só se deverá preocupar se as detetar numa amostra fresca. Se as fezes forem observadas após algum tempo no exterior, poderão ter sido contaminadas.
  • Pelo: Grandes bolas de pelo nas fezes podem constituir um sinal de higienização excessiva, alergias ou doenças cutâneas. Mantenha-se atento à frequência com que o pelo surge nas fezes e discuta o assunto com o seu veterinário.
  • Corpos estranhos: Por vezes é possível encontrar ervas, plástico, pedras, tecido e até dinheiro nas fezes do seu cão: os cães conseguem ingerir coisas muito estranhas. Embora muitas vezes o que entra acaba por sair, se notar materiais estranhos nas fezes do seu cão deverá ligar ao veterinário para confirmar se pretende fazer uma verificação exaustiva ou tirar uma radiografia. Nalguns casos, os cães podem apresentar corpos estranhos a obstruírem o seu trato digestivo, sendo necessário removê-los através de uma cirurgia. Assim é melhor ligar de imediato ao seu veterinário se observar pedaços de tecido ou plástico nas fezes do seu cão.

Pistas sobre a cobertura (revestimento)

Se apanhar as fezes do seu cão da relva, estas não deverão deixar qualquer rasto. As grandes inflamações intestinais são habitualmente acompanhadas por um revestimento de muco, que ocorre normalmente em conjunto com diarreia. Se notar a presença de muco nas fezes do seu cão em mais do que um dia, deverá contactar o veterinário para avaliar os passos seguintes.

Cor

Abaixo encontra um guia simples do aspeto das fezes de um cão saudável vs. um doente, com base na cor.

  • Castanho: Os movimentos intestinais de um cachorro saudável deverão produzir fezes com uma tonalidade castanho chocolate.
  • Verde: Fezes esverdeadas poderão indicar que o seu cão anda a comer erva, talvez para atenuar as dores de estômago.
  • Preto ou castanho-avermelhado: Pode constituir um sinal de hemorragia no estômago ou no intestino delgado.
  • Riscas vermelhas: Constitui outro sinal de hemorragia, provavelmente no trato gastrointestinal inferior ou no cólon.
  • Amarelo: Fezes amarelas podem significar problemas do fígado, pâncreas ou vesícula.
  • Pontos brancos: Se notar pequenos pontos brancos nas fezes, o seu cão poderá ter parasitas.

Consistência

A maioria dos veterinários utiliza uma escala de um a cinco para avaliar a consistência das fezes, sendo um "muito líquidas" e cinco "firmes e de forma cilíndrica". O número cinco desta escala equivale a uma consistência ótima. No entanto, se as fezes do seu cão forem pouco firmes, não se assuste. Monitorize as fezes do seu cão para verificar se fica cada vez mais mole e guarde amostras refrigeradas caso precise das levar ao veterinário.

É importante levar amostras de fezes saudáveis nas visitas de rotina ao veterinário: se o seu animal de companhia começar a mostrar sinais de fezes pouco saudáveis, o seu veterinário terá assim registos anteriores com que as possa comparar. Se as fezes do seu cão parecerem saudáveis, mas este apresentar outros sinais de doença (falta de apetite, vómitos, letargia, etc.), continua a ser boa ideia levar uma amostra de fezes sempre que precisar do levar ao veterinário. Muitas vezes é possível descobrir informações da observação de amostra de fezes ao microscópio ou pela realização de outros exames.

Recolha da amostra de fezes

É provável que tenha descoberto muitas formas diferentes de apanhar as fezes do seu jardim ou quando leva o seu cão a passear. Desde as pás aos sacos biodegradáveis, quando toca a apanhar as fezes dos cães, as opções são múltiplas. Assim, se precisar de recolher uma amostra de fezes de um cão saudável ou doente para levar ao veterinário, utilize sempre um saco limpo, pegue cuidadosamente na amostra e coloque-a num recipiente de plástico limpo e pouco fundo, com tampa. Mantenha a amostra refrigerada até ao momento da levar ao veterinário. Se as fezes forem demasiado líquidas para apanhar, tire algumas fotografias com o seu telemóvel para mostrar a consistência. Também pode tentar guardar num recipiente utilizando uma espátula ou uma colher de plástico limpa. Nunca recolha amostras de fezes que estejam há muito tempo na relva ou expostas ao calor. Tais amostras poderão já ter sido contaminadas com sujidade ou parasitas. Uma última questão a ter em atenção: apanhar rapidamente as fezes também é benéfico para o seu cão. A presença de muitas fezes no terraço poderá levar o seu cão a ingeri-las. Também poderão ocorrer problemas de saúde pública se as fezes dos cães chegarem às linhas de água, contaminando os recursos hídricos. Também vale a pena referir que deverá lavar as mãos após recolher quaisquer fezes, mesmo que utilize luvas ou proteja a sua mão com um saco.

Notas finais sobre fezes

Não se esqueça de que as fezes do seu cão diz muito sobre a sua saúde. Siga estas pistas para compreender melhor o seu cão e a respetiva saúde:

  • Quando o seu cão defecar, identifique os quatro Cs: cor, conteúdo, consistência e cobertura (revestimento).
  • Quando for ao veterinário, leve sempre amostras de fezes frescas.
  • Apanhe de imediato as fezes do seu cão, seja ao passear, seja no terraço.
  • Se o seu cão defecar em casa, leve-o de imediato para o exterior e procure reforçar de forma positiva o procedimento adequado.
  • Avise de imediato o veterinário se as fezes do seu cão mudarem de forma significativa, se ele começar a ingerir as suas fezes, se defecar com frequência em casa ou se passar mais de 24 horas sem defecar.

As fezes dos cães não é um assunto agradável para debater, mas pode ser um bom indicador da saúde do seu cão. A deteção precoce dos sinais poderá ajudá-lo a manter o seu cão saudável.

Contributor Bio

Chrissie Klinger

Chrissie Klinger

Chrissie Klinger é tutora de animais de companhia e gosta de partilhar a sua casa com os seus patudos, duas crianças e o seu marido. Quando não está a ensinar, escrever ou publicar no seu blogue, Chrissie gosta de passar tempo com a família. Esforça-se por escrever artigos que ajudem os tutores de animais de companhia a viver uma vida mais ativa e preenchida com os seus animais.

ARTIGOS RELACIONADOS

PRODUTOS RELACIONADOS