Ir à praia: como preparar o seu cão

Publicado por
minutos de leitura

Planeia levar o seu novo cão à praia pela primeira vez? Quando o tempo fica mais quente, levar o cão à praia é sempre uma boa ideia. Mas talvez pode não ter a certeza do que esperar dessa experiência. Provavelmente já ouviu falar de praias adequadas para animais, mas conhece as regras?

A perspetiva de ir a uma praia adequada a animais pode levantar algumas questões: onde deve ir? o que deve levar? Consulte este guia prático para se organizar melhor.

Planeie com antecipação

German Shepherd running through shallow waves at the beachAs praias adequadas a animais não costumam ser difíceis de encontrar, mas leve o seu tempo a investigar. Muitas praias que aceitam cães têm regras: utilização obrigatória de trela e permanência em certas zonas. Se tiver uma determinada praia em mente, pesquise online para conhecer as regras com antecedência.

Se quiser que o seu cão corra livremente e à vontade, poderá ter de procurar uma praia que permita que os cães corram sem trela. Isso pode implicar uma viagem mais longa do que o antecipado, pelo que deverá planear o seu itinerário em conformidade, e incluir pausas na condução para que o cão possa descansar e esticar as patas. Se viajar para longe de casa, também será boa ideia pesquisar contactos de clínicas veterinárias com serviços de urgência perto do seu destino (para a eventualidade do seu companheiro ter alguma emergência).


O que levar

Quando vai à praia, leva outras coisas para além do seu fato de banho. O mesmo acontece quando leva um cão à praia. Eis alguns itens que poderá querer levar para manter o seu cão em segurança e que ajudarão a tornar o dia mais divertido:

  • garrafa de água
  • bebedouro para beber água
  • guarda-sol ou corta-vento
  • cama de cão ou manta resistente a todo o tipo de clima
  • parque (cercado) para manter os cães mais pequenos limitados a uma área
  • muitas toalhas
  • protetor solar para cães
  • colete salva-vidas com pega para cães
  • sacos para apanhar cocós
  • comida e biscoitos
  • brinquedos para cão flutuantes e à prova de água
  • botinhas para cão para proteger as patas contra a areia quente
  • óculos para cães, para proteger os olhos contra o sol e o sal
  • um kit de primeiros socorros para cães
  • um dispositivo GPS à prova de água que possa prender na coleira

Segurança na praia

Dog walking on the beach at sunset with owner in tow.Mesmo que tenha um cão há pouco tempo sabe que eles têm tendência para se meter em sarilhos. Siga estas dicas para minimizar as probabilidades do seu cão se magoar ou adoecer:

  • Antes de o deixar explorar, analise a praia e veja se existem resíduos que o cão possa comer ou objetos afiados, como garrafas partidas, latas ou conchas que possam provocar lesões.
  • Não deixe o seu cão beber água do mar. Se detetar sinais de que o cão está a ficar com calor ou com sede, ofereça bastante água doce para beber.
  • Proteja-o e não o deixe sobreaquecer, o que poderá resultar em exaustão por calor ou enfarte. Se o cão estiver ofegante ou parecer estar cansado, deixe-o deitar-se na cama ou manta à sombra e dê-lhe água. Mantenha-se vigilante. Se o cão apresentar letargia, desorientação ou se a respiração não regressar ao normal, contacte imediatamente o veterinário. Alguns cães de focinho achatado ou extremamente peludos, como os buldogues ou os huskies, necessitam de uma maior vigilância para se manterem frescos.
  • As botinhas podem proteger as patas contra queimaduras na areia escaldante e os óculos escuros para cães protegerão os seus olhos contra danos solares.
  • Proteja o nariz, orelhas e outras zonas de pouco pelo com protetor solar para cães. Os cães são suscetíveis a queimaduras solares e a desenvolverem cancro da pele. Não permita que cães de cor clara passem muito tempo ao sol, pois o seu pelo não fornece uma grande proteção.
  • Vista-lhes um colete salva-vidas se forem nadar ou se participarem em desportos aquáticos para cães. Mesmo os cães que são nadadores exímios podem ficar cansados e em dificuldade dentro de água. Um colete com uma pega na parte traseira fará com que seja mais fácil puxá-los para terra, se necessário.
  • Certifique-se de que o cão usa sempre uma coleira com identificação, incluindo os seus dados de contacto, se por algum motivo, ficarem separados. Pondere comprar um rastreador GPS à prova de água. Este equipamento é especialmente importante para os cães que ficam curiosos com animais como gaivotas e outros cães na praia. Se o seu cão ainda for um cachorro e estiver a ser treinado, terá de mantê-lo amarrado junto a si para prevenir possíveis fugas. Também é boa ideia aguardar até serem mais velhos e devidamente treinados para desfrutarem verdadeiramente de um dia na praia.

Não se esqueça de lavar o pelo do seu cão para retirar o sal quando estiverem prontos para regressar a casa. Desta forma, evitará que o cão se coce ou lamba sal em excesso. A maioria das praias públicas dispõe de chuveiros exteriores mas ceda prioridade às pessoas que possam querer usá-los.

Com tudo isto em mente, poderá parecer que a preparação para um dia na praia é tudo menos...descontraída. Mas enquanto bom tutor, vai querer fazer tudo ao seu alcance para tornar a primeira visita à praia do seu amigo uma experiência feliz e memorável. Logo que estiver preparado, também estará pronto para viagens futuras, o que significa que os dias na praia espontâneos com o seu amigo passarão a ser uma tradição estival.

Contributor Bio

Jean Marie Bauhaus

Jean Marie Bauhaus

Jean Marie Bauhaus é blogger, romancista e tutora de animais de companhia, de Tulsa, Oklahoma (EUA), onde costuma escrever sob a supervisão dos seus patudos.

ARTIGOS RELACIONADOS