Razões para o seu gato estar com vómitos

Publicado por Chrissie Klinger 
minutos de leitura

Nenhum tutor gosta de ouvir este som: o som que indica que terá de limpar a confusão que encontrar na sala. Quando o seu gato se engasga, o primeiro pensamento que lhe passa na cabeça é: "Oh, não, no que é que ele se meteu agora?" Há muitas razões pelas quais o seu gato pode vomitar, algumas mais graves que outras. Como tutor de um gato, é importante conhecer os tipos de vómito que podem ocorrer e quando é necessário levá-lo ao veterinário.

Long haired cat with open mouth nibbling on grass

Bolas de pelo: Uma causa comum de vómitos em gatos

Mesmo sendo um tutor com experiência em gatos, é importante entender as razões por detrás dos vómitos do seu gato. À medida que os gatos envelhecem, o seu organismo altera-se e o vómito pode ser um indicativo se essas alterações são normais ou anormais.

Embora os vómitos nos gatos possam ser causados pela ingestão de uma planta de sua casa ou pela ingestão de um pedaço de um brinquedo, o seu gato pode sentir um desconforto abdominal por limpeza frequente e a consequente ingestão de bolas de pelo.

Embora seja normal um gato vomitar uma bola de pelo de vez em quando, há momentos de preocupação. As bolas de pelo não devem provocar dor, ser frequentes e ter uma recuperação difícil. De acordo com o The Nest, quando este problema não é tratado, as bolas de pelo podem causar bloqueios intestinais dolorosos ou moverem-se para outras localizações do organismo, motivo pelo qual deve sempre acompanhar a rotina normal do seu gato e ficar atento a sinais de obstipação, letargia e anorexia. Se o seu gato ingere bolas de pelo com frequência deve procurar um alimento que ajude a evitar este problema.

Outras razões de vómitos em gatos

Se o seu gato estiver a vomitar, mas não apresentar quaisquer alterações na sua atividade física e na frequência de alimentação provavelmente não existe motivos para se preocupar. No entanto, em alguns casos, vómitos frequentes ou excessivos podem resultar de um problema mais grave. Vómito é vómito, mas a cor e o conteúdo podem ser relevantes para se saber qual o motivo que está a causar vómitos no seu gato. Segundo a Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Estadual de Washington, se o vómito apresentar uma cor amarela com espuma geralmente significa que o gato ingeriu uma bola de pelo, porém se for amarelo e espesso pode indicar que o seu gato está com um problema ou infeção renal grave. Se o gato apresentar outros sinais como letargia, perda de apetite, aumento de apetite ou comportamento anormal, deve ir ao veterinário imediatamente. Existe também a possibilidade do seu gato estar a vomitar alimento não digerido. Às vezes, o seu animal de companhia pode comer rápido demais e por consequência, vomitar. Este problema é designado como regurgitação - acontece com muita frequência e geralmente não é um problema alarmante. Pode simplesmente precisar de reduzir a quantidade de alimento por refeição, e aumentar a sua frequência por dia. Raramente, os vómitos podem ser causados por parasitas internos. O veterinário pode precisar de realizar uma raspagem de pele ou análises sanguíneas para descartar a hipótese de parasitas.

Alergias alimentares

Alguns gatos também podem sofrer problemas digestivos por sensibilidades e alergias alimentares. Deve estar atento a qualquer comportamento que o seu gato apresente antes e depois de comer. Além de vómitos, também apresenta diarreia, zonas com ausência de pelo ou comichão na pele? Deve discutir estas alterações com o veterinário e seguir todos os seus conselhos sobre a alimentação. Alguns gatos podem precisar de um alimento especial ou terapêutico para resolver o problema. Outros podem precisar de um tratamento mais intensivo para resolver o problema. Não tente diagnosticar qual a causa do problema, pois mudar o alimento por conta própria pode acabar por afetar mais o estômago do seu gato se não for feito adequadamente. Prevenir é sempre o melhor remédio e se lhe parecer que existe algo que não está bem, leve o seu gato ao veterinário imediatamente. Embora o vómito seja causado por problemas que são facilmente resolvidos, cada gato é único e o veterinário é a pessoa mais qualificada para diagnosticar o problema subjacente que está a causar vómitos ao seu animal de companhia.

Forma de reduzir os vómitos em gatos

Não gostaria de saber o segredo para impedir o seu gato de vomitar? Ou mesmo uma maneira de educar o seu gato a não o fazer na sua cama ou na carpete? Infelizmente, não há uma palavra mágica. Mas há algumas coisas que pode fazer para evitar o desconforto do seu animal de companhia.

A maneira mais fácil de prevenir o problema é evitar a ingestão de bolas de pelo. Escovar o seu gato regularmente, mantê-lo ativo e alimentá-lo com uma nutrição equilibrada, poderá reduzir a ingestão de bolas de pelo.

Quando se trata de regurgitação, deve alimentar o seu gato à mesma hora todos os dias. Deve fornecer a quantidade de alimento recomendado pelo veterinário e ter água limpa e fresca sempre disponível. Um gato que está a vomitar pode ficar rapidamente desidratado. Embora a maioria dos gatos obtenha grande maioria da água que ingere através dos alimentos, vomitar pode causar perdas significativas, por isso, certifique-se de que lhe dá bastante acesso à água e incentive-o a beber sempre que possível. Estas três ações simples podem ajudar o gato a comer uma menor quantidade de alimento e mais devagar. Se não resultar, pode tentar utilizador um alimentador de quebra-cabeças ou um alimento seco com croquetes maiores.

Alimentos ou medicamentos prescritos pelo veterinário também podem ajudar a aliviar problemas de saúde ou alergias subjacentes que causam vómitos no seu gato. Deve visitar regularmente ao veterinário para abordar todos os fatores que o preocupam relativamente ao seu animal de companhia.

Limpar a confusão e os fluidos corporais é algo que todos os tutores experimentam, pelo que seguir os conselhos e saber quando procurar a ajuda de um profissional pode reduzir o número de vezes que irá vivenciar esta experiência.

Contributor Bio

Chrissie Klinger

Chrissie Klinger

Chrissie Klinger é uma tutora que adora compartilhar a sua casa com os seus animais de companhia, os seus dois filhos e o seu marido. Chrissie gosta de passar tempo com todos os membros da sua família quando não está a ensinar, a escrever ou no seu blog. Ela esforça-se por escrever artigos que ajudam os tutores a viver uma vida mais ativa e significativa com os seus animais de companhia.

PRODUTOS RELACIONADOS