Como ensinar um gato a jogar ao "busca"

Publicado por Christine O'Brien
minutos de tempo de leitura

Sim, leu o título bem — os gatos podem jogar ao "busca" como os cães, talvez até melhor. Para além de impressionar os seus amigos e vizinhos, é uma ótima forma do seu gato se divertir e de passarem tempo de qualidade juntos. Continue a ler para descobrir como ensinar um gato a jogar ao "busca".

Pense como um gato


Os cães são animais socáveis que gostam de colaborar. Os gatos, no entanto, são mais independentes e normalmente precisam de aprender que colaborar pode ser vantajoso. Ao compreender este simples conceito, pode entender porque é que ensinar um gato a jogar ao "busca" tem de ser abordado de forma diferente de como treinaria o seu cão. Quando se trata de treinar um gato, existem algumas técnicas básicas que deve saber de modo a ser bem sucedido. Todos estes princípios básicos começam com a letra "R," para serem mais fáceis de lembrar!Gato ruivo com bola na boca.

Reforço

Experto Animal afirma que um reforço positivo é a melhor forma de treinar o seu gato. Isto significa que deve ensiná-los a associar a realização da ação desejada com um resultado positivo. Recomendam dividir o objetivo final, neste caso o jogo do "busca", em vários pequenos passos (por exemplo, perseguir um objeto, morder um objeto, buscar e trazer um objeto quando é chamado) e depois dar reconhecimento quando o seu gato seguir estes passos. Por exemplo, pode começar por treinar o seu gato a vir até si quando segurar um brinquedo.

Recompensas

Para reforçar este comportamento, tem de acrescentar uma recompensara para o seu gato se sentir motivado a fazer o truque. Embora alimento seja normalmente uma boa escolha, diferentes gatos preferem coisas diferentes. O seu gato pode gostar mais de festas no queixo, acesso a um brinquedo em específico ou brincar a um jogo em particular consigo. Se utilizar alimento ou pequenos biscoitos são ótimas recompensas, mas é importante entregá-las de forma consistente. Se subitamente o seu gato não receber uma recompensa, pode ficar confuso e perder o interesse! Escolha um bisocoito que o seu gato adore e use-o apenas quando o seu gato fizer a ação específica que deseja. Mantenha os biscoitos pequenos e não exagere, para que não ganhe peso indesejado.

Respeitar

O mais importante é respeitar aquilo que os gatos gostam e não gostam. Não olhe fixamente para o seu gato nem faça ruídos altos durante o treino ou enquanto brincam. Quando o seu gato não quiser brincar, não o force. Tente treiná-lo quando se sente mais brincalhão, o que normalmente acontece ao amanhecer e ao anoitecer, e durante a altura das refeições quando estão com fome.

O tempo é tudo

Tem de conhecer o seu gato e construir uma relação boa e de confiança antes de o começar a treinar para fazer truques ou jogar ao "busca". Descubra que brinquedos e que objetos da sua casa lhe atraem mais. Esses são os objetos que deve utilizar para jogar ao "busca".

Os gatos são atraídos por caçar e saltar em coisas. Atirar um objeto macio e permitir para que o seu gato o persiga, e depois colocar um biscoito perto desse objeto, pode reforçar e recompensar o primeiro passo no jogo do "busca". Após alguns dias de conseguir que o seu gato salte ou se aproxime do objeto que atirou, está pronto para tentar o passo seguinte: fazer com que carregue o brinquedo na boca. Tenha alguns biscoitos preparados, assim como um comando verbal (por exemplo, "sim", "boa", "muito bem" ou só um som com a boca) quando o seu gato morder o objeto. Ofereça-lhe imediatamente (lembre-se, sentido de oportunidade é tudo) um pequeno biscoito.

No início pretende marcar (com um comando verbal) e depois reforçar (recompensar) QUALQUER ação de segurar com a boca ou morder o brinquedo. Assim que o seu gato desempenhar este comportamento consistentemente, pode começar a esperar por deixá-lo morder durante mais tempo antes de dar o aviso e reforçar o comportamento. Continue a praticar e aumente gradualmente o tempo até que o seu gato segure o brinquedo na boca durante alguns segundos. Depois pode combinar esta ação com o comando para se "lembrar", que lhe ensinou em separado. Agora o seu gato já pode correr atrás do objeto, agarrá-lo e trazê-lo de volta até si. Lembre-se, é melhor fazer este treino durante a altura do dia em que o seu gato estiver mais ativo e brincalhão.

Falhas no jogo do "busca"

Se as suas tentativas para treinar o seu gato a jogar ao "busca" falharam, espere alguns dias para tentar novamente com novos brinquedos e biscoitos diferentes. É possível que necessite de dividir este treino em mais passos e desempenhar cada um deles mais lentamente antes de fazer tudo junto.

Cada gato é diferente e com as suas próprias preferências e traços de personalidade. Se o jogo do "busca" não se adequar ao seu gato, existem muitos mais treinos que lhe pode ensinar. Desde que o reforço seja positivo e não forçado, desfrutará desta divertida atividade de fortalecimento de laços com o seu gato.

Se tiver sucesso não se esqueça de gravar o momento para que todos os seus amigos acreditem em si! Todas as pessoas gostam de vídeos divertidos com gatos.

Imagem por cortesia de: Flickr/John Benson

Biografia da autora

Christine O'Brien

Christine O'Brien

Christine O'Brien é escritora, mãe e tutora de dois gatos Azul Russo. Os seus trabalhos aparecem em Care.com, What to Expect e Fit Pregnancy, onde escreve acerca dos seus gatos e a sua vida familiar. Pode segui-la no seu Instagram ou Twitter @brovelliobrien.

Artigos relacionados

Produtos relacionados