É seguro dar fruta ao meu cão ou gato?

Publicado por
minutos de leitura

Encontre alimentos que atendam às necessidades do seu animal de estimação

Encontre alimentos que atendam às necessidades do seu animal de estimação

Encontre alimentos que atendam às necessidades do seu animal de estimação

Há vários benefícios em incluir fruta na nossa alimentação. No entanto, se é tutor de um animal de companhia, já se terá questionado: o meu melhor amigo também pode comer fruta? Se está tentado em dar estes mimos deliciosos ao seu companheiro, ficará contente por saber que existe uma ampla gama de frutas que pode incluir com segurança na rotina alimentar do seu animal de companhia. Leia e descubra as frutas que são seguras para o seu cão ou gato.

Cão castanho deitado a comer uma fatia de melancia na relva

Os cães podem comer fruta?

A resposta é sim, os cães podem fruta, mas apenas determinados tipos e em pequenas quantidades. A moderação é a chave para incorporar fruta nas refeições do seu cão, uma vez que a ingestão excessiva de fruta (mesmo a fruta segura) pode causar irritação intestinal, diarreia ou inchaço. Além disso, certifique-se de remover tudo o que representa um risco de asfixia, nomeadamente pedaços de fruta em forma de bola, sementes, caroços e caules, pois alguns podem ser tóxicos.

Saiba que frutas são seguras para os cães, bem como as quantidades recomendadas. A Experto Animal recomenda cortar estas frutas em pedaços pequenos para evitar asfixia e escolher opções simples para reduzir o consumo de açúcar. Deve discutir com o seu veterinário todos os alimentos abaixo antes de dá-los ao seu cão.

  • Maçã (1-2 fatias): Rica em fibras e proteínas, esta fruta é uma grande fonte de vitaminas A e C. Não dê o caroço ao seu cão, uma vez que as sementes contêm uma substância que pode libertar cianeto.
  • Damasco (1 fatia): Remova completamente e de forma cuidadosa as folhas, o caule e o caroço antes de servir este mimo irresistível, pois são tóxicos para cães, gatos e cavalos.
  • Banana (1-2 pedaços): As bananas são ricas em potássio e hidratos de carbono, mas têm também um elevado teor de açúcar. Dê esta fruta ao seu cão em doses muito pequenas.
  • Amoras (2-3 amoras): Repleta de antioxidantes e fibras, esta fruta também contém vitaminas A, C, K e E.
  • Mirtilos (2-3 amoras): Esta baga tem fortes propriedades antioxidantes e é considerada um superalimento para cães e seres humanos.
  • Meloa (1 pedaço): Esta variedade de melão contém betacaroteno, um pigmento que o torna laranja e que favorece a visão.
  • Arandos (1-2 colheres): Cozinhe esta fruta em água (e sem outros ingredientes) antes de a servir ao seu cão.
  • Kiwi (1/2 fatias): Além de fibra, os kiwis também fornecem vitamina A e potássio.
  • Manga (1-2 fatias): Antes de servir este fruto exótico ao seu animal de companhia, descasque-o e retire o caroço para evitar problemas digestivos. O caroço é tóxico.
  • Pêssego (2-3 pedaços): Evite a versão em lata (demasiado açúcar) e opte pela fruta fresca, com o caroço tóxico cuidadosamente removido. Um miminho rico em vitamina A.
  • Pera (2-3 pedaços): As peras são ricas em fibra e cobre. Escolha pedaços do fruto inteiro e remova o caroço e as sementes, que são tóxicos.
  • Ananás (2-3 pedaços): O ananás fresco e cru é um mimo fantástico. Retire a casca rugosa antes de servir.
  • Morangos (1/2): Esta fruta deliciosa contém vitaminas B1 e B6, úteis para os músculos do seu cão.
  • Melancia (1 fatia, sem sementes): Com 92% de água, a melancia é excelente para prevenir a desidratação quando as temperaturas sobem, tanto para nós quanto para os cães.

Os gatos podem comer fruta?

Gato branco a olhar para taça de fruta numa mesa vermelha
Experto Animal afirma que os gatos podem desfrutar de algumas frutas como um snack ocasional. Em dias quentes, pedaços de fruta fresca do frigorífico podem ajudar o seu gato a arrefecer e a manter-se hidratado. Lembre-se de cortar a fruta em pedaços pequenos e fáceis de comer para evitar asfixia.

Os seguintes frutos são seguros para gatos e devem ser preparados da mesma forma que para os cães:

  • Maçãs (sem casca pode ser mais fácil de digerir)
  • Bananas
  • Mirtilos
  • Morangos
  • Meloa
  • Melancia sem sementes

Frutas que os cães e os gatos devem evitar

Alguns frutos podem ser tóxicos para o seu animal de estimação e causar sérios riscos para a saúde. Aconselhe-se com o seu veterinário antes de partilhar a sua salada de frutas. Não deve dar as seguintes frutas ao seu cão ou gato:

  • Cerejas: O caroço da cereja contém cianeto, que é tóxico para os cães e pode ser letal.
  • Uvas e passas: Estes alimentos podem causar graves problemas digestivos no seu animal de companhia, incluindo diarreia, vómitos e letargia. Podem até causar insuficiência renal aguda em gatos e cães, refere a The Animal Trust, por isso é importante mantê-los longe dos seus melhores amigos.
  • Tomates verdes (sim, está na categoria dos frutos!): Geralmente, o tomate vermelho maduro é saudável para animais de companhia, mas alguns tomates verdes contêm toxinas que podem causar problemas, por isso é sempre melhor consultar primeiro o seu veterinário.

Lembre-se também que é muito importante ter em conta o regime alimentar global do seu animal de companhia. Recomenda-se que qualquer alimento fora da nutrição primária do seu cão, incluindo fruta, não deve constituir mais de 10% da sua ingestão global de calorias. Se o seu cão ou gato já tem uma dieta bem equilibrada, certifique-se de que não lhe dá demasiada fruta, mesmo que se trate de um alimento nutritivo.

Os cães podem comer fruta? Os gatos podem comer fruta? Sem dúvida - caso seja uma fruta segura e ingerida com moderação. Contudo, é importante lembrar que algumas frutas não são saudáveis para cães e gatos com determinados problemas médicos, por isso é essencial verificar com o seu veterinário antes de introduzir quaisquer novos alimentos na nutrição dos seus animais de companhia.

Se quer adicionar alguma variedade aos snacks do seu animal de companhia, tem muitas opções seguras entre as quais escolher. À semelhança do que faz quando procura um alimento adequado para o seu cão ou alimento adequado para o seu gato, vigie atentamente o seu animal de companhia ao alimentá-lo com qualquer novo alimento, e contacte o seu veterinário para qualquer dúvida.

Bon appétit!

Biografia da autora

Christine O'Brien

Christine O'Brien

Christine O'Brien é uma escritora, mãe e tutora de gatos de longa data, cujos gatos Azuis Russos são os reis da sua casa. O seu trabalho aparece em Care.com, What to Expect e Fit Pregnancy, onde escreve sobre animais de companhia, a gravidez e a vida familiar. Encontre-a e siga-a no Instagram e Twitter @brovelliobrien.

 

Revisto pelo Dr. Hein Meyer, DVM, PhD, Dipl-ECVIM-CA

Artigos relacionados

Produtos relacionados