Os benefícios da adoção de animais de companhia

Publicado por
minutos de tempo de leitura

Como muitas crianças, pedi muitas vezes aos meus pais para adotar um cachorro ou um gatinho. Após alguns anos, o meu pai foi à associação da nossa zona de residência e demos as boas-vindas à Penny nas nossas vidas. Era uma cadela de raça indefinida com seis meses de idade, que se tornou na minha melhor amiga durante 16 anos.

Muitas pessoas acham que os animais de companhia que estão em associações têm alguma irregularidade. Muitas vezes assume-se que um animal é indesejado, pois tem algum problema físico ou de saúde. Devemos lembrar-nos que muitos animais acabam em associações, devido a uma falha humana e não do próprio animal. Divórcio, morte, problemas monetários e muitas outras circunstâncias imprevisíveis são as causas mais comuns para o abandono de animais. Infelizmente, existem milhões de animais em todo o mundo à procura de um lar. Adotar um cachorro, um gatinho ou um animal adulto é bom para si e para o animal.

Os benefícios da adoção para si e para a sua família.

Existem muitos estudos que demonstram que ter animais de companhia é bom para os humanos. Reduzem a pressão arterial e ajudam-nos a controlar o stress. Chegar a casa com uma receção entusiasta do nosso cão ou gato é, muitas vezes, a melhor parte do nosso dia. Quando tem um animal em casa, nunca está sozinho. É frequente falarmos para os nossos animais como se estivessemos a falar com um amigo humano. Faz-nos sentir bem e podemos descarregar as nossas preocupações. Os animais não nos julgam como muitas pessoas!

Também há os benefícios óbvios para a saúde como o exercício, especialmente se adotar um cão. Há alguns anos, fui juiz na competição Hill’s Pet Slimmer of the Year Competition. Sempre adorei participar em competições, porque ouvimos histórias incríveis, no entanto houve uma uma história em particular que me marcou. Havia uma família inteira com excesso de peso e nunca pensaram nisso até o veterinário lhes dizer que o seu cão também era obeso. Ficaram mortificados e toda a família entrou numa missão para ficar em forma, para ajudar o cão a perder peso. Todos, incluindo as crianças, ficaram em melhor forma física, mais felizes e saudáveis. Que história maravilhosa.

Acredito que também há benefícios para a saúde mental. Adotar um animal é uma ação boa e os benefícios não devem ser desvalorizados.

Primeiros fatores a considerar.

Quando se acolhe um animal, é realmente importante ter a certeza de que pode satisfazer todas as suas necessidades. Os gatos são muito mais independentes do que os cães, por isso podem ser animais de companhia mais adequados ao seu estilo de vida, se trabalhar muitas horas. Certifique-se antes de adotar um animal a sua disponibilidade de tempo, energia e monetária. Por vezes o custo de ter um animal de companhia é superior ao que muitas pessoas achavam. Seja honesto e responsável. As boas associações irão ajudá-lo com as suas dúvidas ou questões, por isso escolha bem a associação.

É realmente importante o processo de socialização. Este é o processo de como aprendem a lidar com a vida juntamente com os humanos e outros animais, pessoas e coisas do dia a dia que podem encontrar. Uma vez mais, uma boa associação deve saber em que fase o seu cão ou gato se encontra e podem ajudá-lo com este processo depois de o seu animal chegar a casa.

Se decidir que não tem tempo nem recursos para se comprometer a longo prazo, pense em se tornar numa família de acolhimento temporário (FAT). Muitas associações têm esta alternativa, pois precisam de pessoas para acolher animais temporariamente. Isto pode ser importante e gratificante e uma boa forma de ter uma noção do que é ter um animal.

Adote antes de comprar.

Muitas pessoas dizem "adote e não compre", mas eu diria também para considerar a adoção antes de comprar. Muitas pessoas têm uma ideia fixa na sua cabeça do animal exato que querem, mas o que tem a perder se primeiramente for a uma associação? Antes de adotar qualquer cachorro ou gatinho, passe algumas horas na associação para conviver com esse animal de companhia. Pode apaixonar-se por algum animal que nunca esperaria. Não tem efetivamente nada a perder e talvez tudo a ganhar.

Biografia da autora

Dr. Emma Milne

A Dra. Emma Milne formou-se em Medicina Veterinária em 1996. Trabalhou numa pequena clínica durante 12 anos, sendo que durante sete anos exerceu nutrição clínica. É bem conhecida pelo seu trabalho na área do bem-estar animal e escreveu dez livros sobre animais de companhia.

Artigos relacionados

Produtos relacionados